quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Luciana (nossa Luluzinha)

É estranho quando fazemos o casamento de uma amiga, foi o caso do casamento de Luluzinha. Ficamos lembrando dos dias que sentamos eu, ela e Nessa, tomando nossos bons Drinks e comendo nossos belisquetes, falando de amores, desilusões, futuro...

O futuro chegou para vc Luluzinha!

E durante sua preparação você ficou tentando transmitir como o amor chegou a ponto de se encontrar nesse momento mágico, mas chegamos a conclusão que chega, sem pedir licença, inundando nossos corações de alegria e paz.

Que Deus jorre bênçãos em vossas vidas e fico feliz de poder ter participado desse lindo momento.

Quando o amor chega...

:: Rosemeire Zago ::

O amor quando chega nos invade, acolhe, aconchega, nos faz brilhar... apesar de tanto desejar e esperar por ele, nem sempre somos abençoados com nobre sentimento!

 Mas quando chega, verdadeiramente, nos sentimos assustados, não sabemos o que fazer.

Se é que deve ser feito algo... só conseguimos saber que sentimos algo forte, muito forte! O que é isso? nos perguntamos, tão diferente do que já senti!... pensamos!

Não é por ser diferente que é errado ou com menor valor, apenas é diferente daquilo que conhecemos, mas talvez por isso mesmo seja algo tão assustador.

Mas ao mesmo tempo é bom, tranqüilo, parece que liberta; muito diferente daquele sentimento que damos o nome de amor, quando na verdade está muito mais para apego, posse, atração, desejo, prisão.

Só depois que ele – amor - chega é que reconhecemos a sutil diferença ao que sentíamos e um dia demos o nome de amor, e ao que é amor realmente.

Para nomear um sentimento com esse nome, ele deve ser muito nobre, o que em nada combina com ciúmes, agressões, insegurança, infidelidade, controle, manipulação, brigas constantes, entre outros! Não, o amor não traz nada disso, ele traz exatamente o contrário: paz, segurança, tranqüilidade, harmonia, crescimento mútuo, confiança, cumplicidade, enfim, aquilo que sempre desejamos ter, mas enquanto não for amor de verdade, dificilmente conseguiremos conquistar, por mais que o desejemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário